13/11/2015

Sobre colorismo e outras questões


Pelos meus cálculos do número de morenos, quase não há negros no Brasil.

Vamos parar de dizer que fulano não é tão negro, por favor?
Vamos escurecer uma coisa por aqui, não existe esse negócio de mais negro e menos negro, existe o colorismo. Quanto "mais clara" a pele da pessoa for, mais aceita ela é. E não se engane porque isso também acontece com o cabelo: quanto menos liso ele for, mais você sofre.
Não me chame de moreninha ou mulata!
Quando alguém se identificar como negro, não diga:
"Ah, mais você não é tão negro assim"
"Fulano é mais negro que você"... como se fosse um elogio.

Vamos entender uma coisa..
Ser negro não é uma doença pra ter diagnóstico, você não acorda negro num dia e "moreno" no outro, você não sofre menos racismo se te disserem "moreno". Pelo contrário, o colorismo é uma das diversas formas de racismo.
Dizer a um negro que ele é moreno, é invisibilizar milhões de pessoas, é dizer que ser negro é ruim, que todos preferem ser morenos a negros.
Não!!
Sou negra, sou muito negra!
I'm the Darkness!

Foto: Dominique Euzébio
Modelos: Vanessa Andrade e Jaci Carvalho

Não me "elogie" dizendo que meus lábios são bonitos por não serem "lábios de negro", que meu nariz não é feio por ser menor do poderia ser, que qualquer cabelo que eu use, é melhor do que ele crespo, que meu corpo é bonito por ser no padrão europeu, que a minha beleza é exótica ou europeia, isso não é elogio.
Quando sou parada pela polícia, não sou morena, mulata, moreninha, sou negra. Quando sou eliminada de uma entrevista de emprego, mesmo com todas as qualificações exigidas, não sou morena clara ou menos negra, sou negra.
Percebi que só existem negros em épocas específicas do ano. No vestibular, por exemplo, o número de negros cresce de uma forma inimaginável! Ser negro no papel é fácil, quero ver se dizer negro todo dia e proteger os seus. Não adianta se dizer negro uma vez por ano e moreno no resto dele pra ficar livre do racismo, não vai funcionar. Não adianta rir de "piada de preto" pra não se passar pelo chato do rolê. O racismo só invisível pra quem fecha os olhos e prefere não ver, e ainda assim, ele não deixa de existir.
Ele é sutil, agressivo, devastador, é só um elogio e você tá de TPM.







09/11/2015

Como Fazer Entrelace


Olá, meninas!

Hoje eu venho falar com vocês sobre um alongamento capilar ou penteado protetor que está chamando a atenção por ser lindo demais!

É o entrelace.

⬇Clique aqui para ver o vídeo⬇



Um alongamento que usa uma trança nagô como base e uma tela de cabelo sintético ou humano, costurado na trança nagô.
O que parece simples falando tem um resultado maravilhoso. (Usado até mesmo pelas famosas da mídia)

As meninas que estão passando pela temida transição capilar, estão em êxtase com essa novidade e felizes por serem livres para fazerem o BC (Grande corte de cabelo que retira toda a parte com química do cabelo), sem medo de ficarem com o cabelo curtinho.
Estão usando e abusando das tranças, rastafari, turbantes, dreads sintéticos, crochet braids, entrelace.
Todas nós sabemos que o cabelo mexe muito com a nossa auto estima, que ele tem o poder de nos deixar felizes ou tristes, portanto, tudo o que te deixa feliz é muitíssimo válido.
Levanta a poeira do seu astral e venha pra esse mundo de mudanças, se aceite, se ame.

Recentemente eu fiz uma postagem na página no Facebook Jacy July me disponibilizando pra fazer o método entrelace no cabelo de alguma menina, a sortuda foi a Juliana Pereira, ela chegou aqui em casa toda tristinha por causa do estrago causado pelas químicas de relaxamento e alisamento, mas me deixou muito feliz pois saiu daqui feliz, saltitante, divando e com a auto estima estratosférica! =D

Se eu tivesse um conselho pra dar, seria esse:
Faça o que te deixa feliz.









Loading...